Indicadores de Solidariedade e Nucleação 

O Programa tem atuado como parceiro de outros programas da região, contribuindo efetivamente com estes ao participar de eventos, reuniões para tratar da pós-graduação na Amazônia e mesmo publicando em revistas locais e regionais, assim como integrando comitês científicos. A presença de professores do Mestrado da Universidade do Estado do Pará (UEPA) em bancas e eventos do PPGED é uma demonstração concreta da solidariedade acadêmica entre estes programas.  

O Programa também mantém fortes laços com os programas do Nordeste, particularmente com a UFRN. No quadro docente, o PPGED conta com a participação do Professor Cesar Castro, da UFMA, o que possibilitou a integração de Professores do PPGED no Núcleo de Pesquisa em História da Educação por ele coordenado, o NEDHEL.  

O PPGED/UFPA mantem também forte apoio ao Programa de Pós-Graduação em Educação da UNIFAP. Em 2018, pesquisadores do PPGED estiveram na UNIFAP, participando de eventos e reuniões de apoio à coordenação. Como resultado dessa pareceria, o PPGED foi convidado para integrar o Projeto de Cooperação Acadêmica - PROCAD- Amazônia com os Programas de Pós-Graduação da UNIFAP e da UERR, que foi aprovado pela CAPES e cujo título: "Pesquisa em Educação na Amazônia: História, política, formação de professores e diversidade cultural". O projeto analisa a educação na Amazônia nas dimensões da história, da política, da formação de professores e da diversidade cultural. Articula docentes e discentes de três instituições (UNIFAP, UFPA e UERR). Tem como questão problema central investigar como se configura a educação na Amazônia em seus contextos históricos e políticos, bem como nas dimensões da formação de professores e sua relação com a diversidade cultural? Objetivo do projeto é contribuir para a consolidação e fortalecimento da pesquisa, da graduação e da pós-graduação na região. A cooperação proposta busca contribuir para a diminuição das assimetrias regionais observadas no Sistema Nacional de Pós-Graduação. Compreendemos que um dos fatores necessários para o desenvolvimento e consolidação da área educacional na Região Norte consiste na qualificação e aprimoramento de equipes de pesquisa, bem como formação de recursos humanos de alto nível por meio do fortalecimento de programas de pós-graduação, que ao atuarem em cooperação, promoverão a ampliação do número de publicações, mobilidade institucional, oferecimentos de disciplinas, realização de pesquisas conjuntas e realização de estágios pós-doutoral. O Projeto tem por objetivo central:  

O objetivo geral deste projeto consiste em: Fortalecer a Pós-Graduação em Educação na Amazônia, articulando pesquisadores de três instituições (UNIFAP, UFPA e UERR) na realização de pesquisa em história, política, formação de professores e diversidade cultural.  

 

Objetivos específicos:  

Realizar uma cooperação acadêmica entre os pesquisadores envolvidos, tendo como foco de estudo a educação na Amazônia;  

Possibilitar a participação de docentes e discentes, das instituições associadas, nos Programas, Linhas e Grupos de Pesquisa, de modo a fortalecer os cursos de Pós-Graduação e Graduação;  

Promover a articulação e intercâmbio entre pesquisadores dos Programas associados dos Estados do Amapá, Roraima e Pará, para consolidar grupos e redes de pesquisas e de cooperação nas produções acadêmicas;  

Articular a criação de linhas de pesquisa e disciplinas correlatas nos Programas envolvidos, favorecendo a mobilidade discente e docente;  

Realizar seminários e outros eventos científicos que promovam a articulação e socialização dos resultados parciais e finais das pesquisas, em colaboração com outros pesquisadores e Programas Nacionais e Internacionais;  

Estimular a internacionalização dos Programas associados na perspectiva de estabelecer intercâmbios e pesquisas com pesquisadores de outros países, possibilitando receber e encaminhar estudantes e professores em programas de cooperação;  

Implantar Observatório da Produção Acadêmica em Educação na Amazônia, realizando estudos e pesquisas nas subáreas de história da educação, políticas educacionais, formação de professores e processos formativos que enfoquem a diversidade cultural da região. 

A outra ação a ser destacada em 2018, foi a elaboração e aprovação do DINTER com a Universidade Estadual do Maranhão no qual O PPGED/UFPA oferta 10 vagas para os professores e servidores técnicos da UEMA com início aprovado para março de 2019.  

 

Acompanhamento de Egressos 

O PPGED realizou em 2018, um acompanhamento mais sistemático dos egressos dos, buscando atender às expectativas acenadas pela área considerando este aspecto como na avaliação do Programa. Inicialmente utilizamos dois procedimentos: 1) envio de um questionário para todos os egressos a partir do ano de 2014 e 2) pesquisa sistemática dos currículos Lattes dos egressos de Mestrado e Doutorado no período 2014 - 2018.  

Em função do baixo retorno ao questionário, serão aqui incluídos os dados resultantes da pesquisa no Lattes, considerando três itens: a) Ocupação profissional; b) Produção acadêmico-científica no ano de 2018 e c) Inserção em cursos de Doutorado (para egressos do Mestrado). 

Os dados coletados demonstram que os egressos do Programa entre 2014 e 2018, do Mestrado e Doutorado (N=307) atuam em uma diversidade de espaços ou funções profissionais com grande destaque para a atuação na Educação Básica nas diferentes esferas e no Ensino Superior, seguido de outros espaços de atuação.  

Dos egressos do doutorado identifica-se uma atuação relevante na Carreira do Magistério Superior Federal (45,5%), seguida de servidores públicos estaduais atuando na educação básica (17,6%), da carreira federal EBTT (10%), da carreira do Ensino superior estadual, mesmo percentual de servidores federais Técnico-administrativos, 7,7% são efetivos da carreira de docentes do Ensino superior estadual e ainda 7,6% atuam no ensino superior coo contratados, tanto no ensino público quanto em instituições privadas.  

Já dos egressos do Mestrado atuam majoritariamente na educação básica (rede estadual e municipal), somando 55% do total de egressos; os demais atuam: 5,1% no Ensino superior público federal como efetivos e 6,4% como substitutos, 12,2% são servidores federais técnico-administrativos e 9% são da carreira EBTT.  

Deste modo, nossos dados permitem perceber a expressiva atuação dos egressos do PPGED no Ensino Superior. Vê-se, por exemplo, que o Ensino Superior Público (na esfera estadual e federal) é campo de atuação da maioria dos egressos do Programa (64,7%); quando se inclui a atuação no ensino superior privado o percentual salta para 72,0%;  

A atuação na Educação Básica responde pela segunda principal atuação dos egressos do PPGED, somando 72,0% dos egressos tanto do mestrado quanto do doutorado.  

Os dados também permitiram identificar que, sobretudo para atuação no Ensino Superior, os egressos ocupam postos tanto na própria UFPA, quanto nas diversas IES do estado do Pará e de outros estados da Região Norte, como, Amapá, Tocantins e Maranhão. Digno de nota, inclusive, é a atuação de um egresso do PPGED atuando atualmente na coordenação do Programa de Pós-graduação da UNIFAP. Além disso, o PPGED contribui para a qualificação do quadro técnico de servidores públicos (estaduais e federais) em universidades e outros órgãos públicos.